DLBC Sintra

DLBC Sintra

ll

Designação do projeto | Chefs de Saúde

Código do projeto | LISBOA-06-4740-FSE-000302

Objetivo principal | Aumento da literacia em saúde por parte dos alunos  das escolas básicas e respetivos cuidadores que integram o programa; e enriquecimento do plano curricular, através da disponibilização regular de materiais lúdico-educativos numa plataforma online

Região de intervenção | União de Freguesias de Algueirão e Mem Martins

Entidade beneficiária | Associação Vitamimos SABE

l

Data de aprovação | 29.12.2020

Data de início | 01.01.2021

Data de conclusão | 30.11.2023

Custo total elegível | 96 408,88€

Apoio financeiro da União Europeia | 48 204,44€

Apoio financeiro público nacional/regional | 48 204,44€

l

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

Objetivos

O Programa “Chefs de Saúde” é uma iniciativa para alunos do Ensino Básico que visa a capacitação para a construção de um projeto de vida saudável no combate às situações de insegurança alimentar e desigualdades em Saúde. Consiste numa abordagem holística, focando-se nos hábitos alimentares e ligando-os às restantes temáticas associadas à saúde, como o sono, a higiene, a atividade física e os sentimentos/emoções. As crianças e jovens serão coagentes de mudança, promovendo-se o diálogo colaborativo entre famílias e a comunidade escolar.

Atividades

  • Realização de 2 sessões de educação com workshop de culinária saudável aos alunos, por ano letivo

  • Realização de 1 sessão de esclarecimento com workshop de culinária saudável aos cuidadores dos alunos, por ano letivo

  • Enriquecimento do plano curricular das escolas integrantes, através da oferta de conteúdos lúdico-educativos e da criação de 1 plataforma online

Resultados esperados

  • Nº de estabelecimentos de ensino participantes: 6 escolas/ano letivo

  • Nº de crianças a participar: 600 alunos/ano letivo

  • Nº de sessões realizadas para os cuidadores / encarregados de educação: 6 sessões/ano letivo

  • Grau de satisfação / importância atribuída à intervenção pelos alunos: Pelo menos, 65% de reações positivas ao projeto

  • Aumento de literacia em saúde por parte dos alunos, devido à intervenção: Pelo menos, 65% de respostas afirmativas ao questionário

  • Grau de satisfação / importância atribuída à intervenção pelos professores: Pelo menos, 65% de reações positivas ao projeto

  • Nível de bem-estar e coesão social reportados pela Comunidade atingida com a intervenção: Relatos pessoais de bem-estar e coesão social por parte de alunos, pais, professores e outros agentes locais envolvidos, em 65 % das pessoas do grupo